30 março 2016

Lançamentos Leya Março/16



Autor: Andrew Grant Jackson 



Durante doze inesquecíveis meses em meados dos anos 1960, o mundo assistiu ao surgimento de sons provocadores e inéditos, que mudariam para sempre a cara da música pop. Em 1965: o ano mais revolucionário da música, o historiador e músico Andrew Grant Jackson narra as aventuras, descobertas e loucuras de um ano que ficou na história por sua explosão de criatividade, alimentada por rivalidades entre músicos, radicais mudanças sociais em todo o mundo e avanços tecnológicos.

Mais de cinquenta anos depois, chega a ser difícil acreditar que tantos dos clássicos que hoje carregamos no sangue tenham surgido em um período tão curto, como se, ao longo daquele ano, uma espécie de feitiço houvesse dado origem a uma coleção de gênios musicais até hoje incomparável.

Enquanto os Beatles tocavam no Shea Stadium e se afirmavam artisticamente com Rubber Soul, os Rolling Stones lideravam as paradas norte-americanas pela primeira vez com a sexualmente agressiva “(I Can’t Get No) Satisfaction” e o The Who garantia seu lugar na história com o clássico “My Generation”. Bob Dylan, por sua vez, lançava sua música de seis minutos “Like a Rolling Stone”, no álbum Highway 61 Revisited, e alvoroçava a comunidade musical com sua guitarra elétrica no Newport Folk Festival, enquanto Barry Maguire cantava ‘Eve of Destruction” e Simon & Garfunkel lançavam seu primeiro hit: a inesquecível “The Sound of Silence”.

Movendo-se por entre as inúmeras histórias vividas pelos personagens por trás dessa revolução musical, Jackson narra episódios fascinantes e muitas vezes surpreendentes. E, em paralelo ao cenário musical, revela a efervescência cultural que moveu mudanças tão importantes quanto as provocadas pelo Movimento dos Direitos Civis, o feminismo, a minissaia, a pílula, os psicodélicos e o Vietnã. 1965 é um relato fascinante de um ano definitivo para a cultura mundial, que produziu alguns dos maiores artistas, álbuns e músicas de todos os tempos.


Livro: A vida de aparência de Evelyn Beegan 
Autora: Stephanie Clifford
 

Todo mundo quer pertencer a um grupo. Mas até onde você iria para ser aceita?

O ano é 2006, o lugar é Manhattan, lar de jovens cheios de charme e estilo. Dinheiro e classe colidem numa cidade prestes a mergulhar em um precipício financeiro, carregando com ela boa parte do país. Aos 26 anos, Evelyn Beegan é uma pessoa inteligente e engraçada que está determinada a traçar o próprio caminho e se libertar das garras da mãe - uma alpinista social que a criou para se casar com um homem de uma família tradicional e influente.

Evelyn se sente uma estranha em meio á elite nova-iorquina, mas, quando consegue emprego em uma rede social voltado exclusivamente para ricos e milionários, vê uma oportunidade de se juntar a eles. Recrutando novos membros para essa rede social, ela começa a frequentar as montanhas de Adirondack, as casas de campo de Newport e os clubes de Southampton, em companhia de socialites e barões de Wall Street. Aquela estranheza inicial se esvai até rápido demais e ela se vê intoxicada pela sensação de pertencer à alta sociedade e passa, inclusive, a agir como membro de uma família rica e tradicional. Porém, com o pai sendo processado por corrupção, Evelyn precisa impedir o declínio de sua família, agarrando-se à sua vida de mentiras.

Estimulante, hilária e por vezes picante, a estreia literária de Stephanie Clifford oferece uma nova roupagem aos temas clássicos dos grandes romances - dinheiro, ambição, família, amizade -, e ao sentimento universal de se sentir parte de algo.



Livro: Jogo sujo
Autor: George R. R. Martin


A saga de Ases e Coringas continua no 5º volume da série Wild Cards!

Quando um vírus alienígena atingiu a Terra quatro décadas atrás, ele transformou parte da população mundial em raças de super-humanos conhecidas como Ases e Coringas. Agora, no Bairro dos Coringas em Nova York, uma selvagem guerra de rua começa entre a Máfia e a gangue conhecida como Punhos Sombrios. Enquanto isso, uma corajosa companhia de heróis precisa ir ficar nas sombras para travar sua própria guerra contra os poderes do submundo.

Desfrute da ação de dez dos mais talentosos escritores de ficção científica explorando novas e desconhecidas áreas desse assombroso mundo compartilhado.






Livro: Calor da Noite













Achei a capa do livro A vida de aparência de Evelyn Beegan, de Stephanie Clifford, a cara dos livros da Sophie Kinsella. Será que são parecidos? Fiquei com vontade de ler.

E vocês, algum deles interessou?



Beijos

:-Deise
  

28 março 2016

Resenha Alta Tensão




Título: Alta Tensão
Autor: Harlan Coben 
Editora: Arqueiro, 2011. 271 páginas.
Comprar: Americanas, FnacAmazon,




















Sinopse:


Um dos autores mais lidos no mundo, Harlan Coben traz uma nova história com seu personagem mais premiado. Myron Bolitar ficará frente a frente com um passado de mentiras e traição.

Uma mensagem anônima deixada no Facebook da ex-estrela do tênis Suzze T põe em dúvida a paternidade de seu filho. Grávida de oito meses, ela pede a ajuda de seu agente e amigo Myron Bolitar para descobrir o responsável por essa intriga e trazer de volta seu marido, o astro do rock Lex Ryder, que saiu de casa depois de ler o texto.

Descobrir o paradeiro de Lex não é tarefa difícil para um ex-agente do FBI. Mas, na mesma boate onde o encontra, Myron é surpreendido ao ver Kitty, a mulher que fugiu com seu irmão, Brad, e o afastou para sempre da família.

Tentando ajudar a amiga e reencontrar o irmão mais novo, Myron se vê preso numa rede de segredos obscuros que põe em risco as pessoas que ele mais ama. Agora, só a verdade poderá salvá-las. Mas, para que ela prevaleça, nenhuma mentira pode restar – seja ela de Suzze, Lex, Kitty ou do próprio Myron.


Nesta premiada história, Harlan Coben mais uma vez consegue construir uma trama envolvente, que fala de fama, ganância e rivalidade e surpreende por seu toque humano. Na aventura mais difícil de Myron Bolitar, seu passado vem à tona e, junto com ele, feridas que jamais se fecharão.


É um pouco difícil falar dos livros do Harlan Coben. Todos são sempre bons, com muita adrenalina, muita tensão. E com Alta Tensão não poderia ser diferente.

Esse é mais um dos livros da série do Myron Bolitar, e de acordo com o blog Myron Bolitar - Harlan Coben, se você quer ler na sequência certinha, ele é o décimo. Confira:

  • 1. Deal Breaker (1995) - Quebra de confiança (Arqueiro, 2011)
  • 2. Drop Shot (1996) - Jogada Mortal (Arqueiro, 2012)
  • 3. Fade Away (1996) - Sem Deixar Rastros (Arqueiro, 2012)
  • 4. Back Spin (1997) - O Preço Da Vitória (Arqueiro , 2013) 
  • 5. One false move (1998) - Um passo em falso (Arqueiro, 2014)
  • 6.  The Final Detail (1999) - Detalhe Final ( Arqueiro, 2015)
  • 7. Darkest Fear (2000) – ainda não publicado no Brasil (Previsão: segundo semestre de 2016)
  • 8. Promise Me (2006)- A promessa (ARX, 2008)
  • 9. Long Lost (2009) - Quando ela se foi (Arqueiro, 2011)
  • 10. Live Wire (2011) - Alta tensão (Arqueiro, 2011)


Myron adora um achocolatado, e pelo que eu vi por aí, é para ser o Yoo-Hoo. E pelo que me lembro do seriado Friends, essa também é a bebida favorita de Chandler Bing. 











Eu não li todos os livros do Myron e não gosto de ter lido fora da sequência, mas o que importa é que temos uma boa editora publicando esse autor fantástico, que escreve livros perspicazes e inteligentes

Assim como todos os livros do Myron, ele tenta salvar o dia, pessoas conhecidas ou astros do esporte, que queiram um detetive não oficial, sem envolvimento com a polícia e que faça tudo por baixo dos panos.
 
O livro é narrado fantasticamente em 3º pessoa e mostra nosso personagem mais que querido, Myron Bolitar. Ele conta com Win para o que der e vier e também é sempre ajudado por Big Cindy e Esperanza.

Lex Ryder, astro do rock desaparece e sua esposa grávida, Suzze T., busca a ajuda de Myron para tentar descobrir o que aconteceu com ele e quem está fazendo intriga na tentativa de separá-los.

Os personagens são rodeados de mentiras e em suas investigações Myron acaba reencontrando sua cunhada  Kitty. Isso faz com que ele se encha de esperanças de reencontrar o irmão Brad e Mike Bolitar.


Loren Muse, uma personagem que às vezes aparece nos livros do Harlan, aparece neste também, mas não é um "voo solo", mas uma participação. 

Cheio de suspense e com um final altamente improvável de desvendarmos por nós mesmos, Alta Tensão, assim como todos do Harlan Coben, é um daqueles livros que ficam marcados na nossa memória. 

O book trailer do livro é esse:

  

Beijos

:-Deise

23 março 2016

Desafio 52 semanas - Semana 5

Fazem parte da minha wishlist
 
 
 
Tem muita coisa que a gente quer da vida e eu tenho muitos desejos também. Não vou colocar aqui os desejos em comprar coisas, em estar mais com a família ou mais perto de Deus, porquê esses assuntos sempre fazem parte do nosso cotidiano. 

 
1 - Um bebê
 
Eu sempre quis dar um irmãozinho para a Isabela, mas meu marido, o Juliano, sempre achava uma desculpa. Como eu não queria criar filho sozinha, sabia que a decisão precisava partir dos dois. Em 2014, depois que colei grau, nós decidimos aumentar a família. Depois desta decisão já se passou um ano e meio. Descobri que tenho cisto no ovário, o que me causa diversos sintomas ruins, como a guerra com a balança e o desejo quase incontrolável de comer doces. Outro sintoma é a dificuldade em engravidar. Não é impossível, posso tomar remédios para conseguir, mas não estou a fim. Então vamos esperar acontecer naturalmente. Se for da vontade de Deus, vai acontecer.

 



2 - Livros

Tá, falei que na minha lista não tinha a questão de comprar coisas, mas livros não são coisas, são outros mundos! Quero poder comprar, ter espaço pra guardar e ter tempo pra ler todos os livros que me interessarem. Tarefa praticamente impossível!




3 - Mestrado

Eu tinha tudo planejado, em 2015 ficaria grávida e enquanto isso iria só curtir a gravidez. A gravidez não veio e daí bateu aquele desespero, aquela sensação de um ano perdido. Resolvi tentar mestrado, meta que já tinha estipulado para final de 2016. Resolvi adiantar a coisa. Passei nas duas primeiras fases da seleção do mestrado de Administração da UFPR. Fui barrada na entrevista. Não sei o que poderia ter feito diferente, não sei o que posso fazer para mudar o desfecho da seleção deste ano. Sei que estou fazendo aulas de inglês para melhorar meu desempenho e espero me dar melhor na próxima seleção.




4 - Seriados e Filmes

Quero ter mais tempo para assistir todos os seriados e filmes que tenho para assistir e até aqueles indicados por amigos que ainda não fui ver. Se eu conseguir todos os desejos das opções anteriores, esse desejo vai ficando cada vez mais pra trás. Acaba que um desejo anula o outro. Quanto mais tempo para uma coisa, menos tempo para a outra. Enquanto não conquisto os desejos acima, vou feliz realizando o 4º desejo, assistindo tudo o que meu tempo de folga permite.




5 -  Volta ao mundo

Existem alguns navios que dão a volta ao mundo. Alguns fazem em 88 dias, outros em 180. Um dos meus planos para a aposentadoria é ter dinheiro suficiente, com saúde o suficiente, para meu marido e eu darmos a volta ao mundo. Enquanto não ficamos tão velhinhos, podemos ir conhecendo o mundo um pouco por vez, porquê eu não sou boba nem nada.  Os preços atuais, pelo que andei pesquisando, dividindo o valor total por dias de viagem, variam de R$500 a R$800 a diária, nas classes mais baratas. A poupança vai ter que ser gorda!




 
 
E vocês, me contem quais são seus desejos!
 
Beijos
 
:-Deise

21 março 2016

Lançamento Jardim dos Livros - Março/16

Livro: Salve-me













18 março 2016

Lançamentos Arqueiro - Março/16


Livro: Nove Regras a Ignorar Antes de Se Apaixonar



















Autor: Brent Weeks



Para Durzo Blint, matar é uma arte... e ele é o artista mais talentoso da cidade. Temido por muitos, Durzo é uma lenda viva com as mãos manchadas de sangue e nenhuma culpa pelas vítimas que deixa pelo caminho.

Esse mundo sombrio também não é novidade para o jovem Azoth. Sobrevivendo entre becos sujos, ele aprendeu que a esperança é uma piada. Pelas regras das guildas, crianças são agredidas e surradas todos os dias.

Tentar contestar essa realidade seria um risco alto demais. Mas quando a morte se torna questão de tempo para ele e seus amigos, Azoth se vê forçado a vencer o medo e agarrar a chance de virar um derramador, um assassino. Ele precisa se tornar discípulo de Durzo Blint.

Para ser aceito, o garoto abandona sua antiga vida e abraça uma nova identidade. Ao se tornar Kylar Stern, ele aprenderá a transitar no mundo dos nobres, sobreviver às magias de seus inimigos e cultivar uma amizade muito especial: a da escuridão.

 



Livro: Uma História Incomum Sobre Livros e Magia




















16 março 2016

Desafio 52 semanas - Semana 4

4 - Minhas citações preferidas:




Nossa, essa é muito difícil. Esses desafios são realmente desafiantes pra minha memória fraca.

Como amo seriados, minhas citações são de seriados, não necessariamente dos que eu mais gosto, mas são frases que gostei muito ou com as quais me identifico.



 "Joey doesn’t share food!" - Joey Tribbiani, Friends


 


Difícil escolher uma única citação de Friends. Um ótimo seriado. Já assisti as 10 temporadas 3 vezes, mas a frase com a qual eu mais me identifico é essa. Tá, eu divido comida, mas se puder, compro um igual pra outra pessoa só pra poder comer sozinha. 



 
"Eu não sou louco. Minha mãe me testou." - Sheldon Cooper, The Big Bang Theory.



 
 
Ri muito quando o Sheldon disse isso. Uma das melhores frases do seriado! Tá, existem outras, mas só consegui lembrar dessa.  


" You Know Nothing, Jon Snow". - Ygritte, Game of Thrones


 


Ótimo seriado, frase lendária. Acho que Jon Snow já aprendeu algumas coisinhas com o passar do tempo, mas ele realmente não sabia muita coisa, era  muito inocente. 




"The Truth is out there", A verdade está lá fora. - Arquivo X.


Sempre que assistia Arquivo X  eu narrava junto com o narrador essa frase tão intensa, que exemplificava o seriado inteiro. Comecei a assistir essa série de novo pelo Netflix e lá não tem narrador, mas eu faço esse papel lá em casa.




“Mesmo não querendo, você cria expectativas, cria esperanças, e no final se decepciona.” - Glee




Essa é uma frase que resume minha vida. Já me decepcionei diversas vezes e sei que vou me decepcionar muitas mais. Algumas decepções foram tão profundas que foram difíceis de superar, assim como é na vida de todo mundo. Por isso o meu lema atual é tentar não criar expectativas. Se não der certo, eu não vou sofrer, se der certo, vou ter uma incrível surpresa. Infelizmente, muitas vezes o lema não funciona, mesmo sem querer a gente acaba colocando um pouco de expectativa... Enfim, é muito complicado!

E vocês, quais são suas citações preferidas?
 

Beijos

:-Deise

 

14 março 2016

Resenha Quando cai o raio

Título: Quando cai o raio
Autora: Meg Cabot
Editora: Galera Record, 2013. 270 páginas.
Comprar: Amazon, Fnac, Livraria da Folha




















Sinopse:

Mandaram que eu escrevesse um relato, em primeira pessoa, sobre o que aconteceu comigo, falando toda a verdade e nada mais do que a verdade. Então tá.

O que aconteceu comigo: fui atingida por um raio. Tudo culpa da Ruth, que resolveu que queria voltar da escola andando, para queimar uns quilinhos... Acabou que eu é quem fui queimada. Ninguém acreditou em mim, nem eu mesma, pra ser sincera. Eu não estava me sentindo mal, não tinha nenhuma marca ou machucado... Nem estava chamuscada! Mas logo as coisas começaram a mudar.

Quando acordei no dia seguinte, de alguma forma sabia onde estavam as duas crianças cujas fotos estampavam a caixa de leite, aquelas do Disque-Desaparecidos, sabe? Pois é.

Eu tinha certeza absoluta sobre onde elas estavam. O problema é que eu achava que estava fazendo uma coisa boa! Liguei para o Disque-Desaparecidos e avisei à simpática senhorinha onde estavam essas duas crianças, e depois mais outras... Até que dois não-tão-simpáticos agentes federais apareceram na minha escola para conversar comigo. Até parece!

Agora sou foragida da justiça, tenho que ajudar um dos meninos que foram encontrados e ainda preciso disfarçar o quanto o motoqueiro da sala de detenção mexe comigo...

Ainda bem que um raio não cai duas vezes no mesmo lugar... Certo?



Gostei de todos os livros que li da Meg Cabot e por isso decidi que queria comprar todos os livros que eu encontrasse. "Quando cai o raio" foi comprado para que eu pudesse ver se a série era legal. 

O livro é narrado em primeira pessoa e mostra a vida de Jessica Mastriani, uma adolescente com família relativamente estável, com uma vida estável, apesar de ser frequentadora assídua da detenção. Um dia ela e sua melhor amiga Ruth enfrentam uma tempestade e se escondem embaixo de uma arquibancada feita de metal, o que acaba atraindo um raio que atinge Jessica. Ela acha que não aconteceu nada de mais, já que não morreu de um ataque cardíaco, até que começa a saber onde crianças desaparecidas estão. Ela não sabe como isso aconteceu e nem sabe como fazer com que isso pare. Decide então ajudar essas crianças ligando para o Disque-Desaparecidos. 

Eu gosto de todos os personagens. Os pais de Jessica são uns amores, mesmo tendo passado por poucas e boas. Seus irmãos Michael e Douglas também são legais, sendo que um deles não está em perfeitas condições psicológicas, o que acaba assustando toda a família.  

A mocinha sempre tem que ter um pretendente, certo? No caso de Jessica, o pretendente é alguém que poucas pessoas em sua escola iriam desejar,  Rob Wilkins, motoqueiro bad boy, que usa uma calça jeans que realça seus atributos. 

Ao contar no Disque-Desaparecidos onde estão as crianças desaparecidas, em um primeiro momento Jess acaba se tornando uma das suspeitas, e com isso agentes do FBI começam a investigar as denúncias e acabam encontrando-a. É aí que a confusão começa e a vida dela vira de cabeça pra baixo. Até Sean, uma das crianças desaparecidas, fica com a vida complicada.

O livro é muito bom, Meg consegue transmitir muito bem os sentimentos e pensamentos de seus personagens. Não consegui não gostar de nenhum deles, a não ser aqueles agentes sem noção do FBI

A série Quando cai o raio ainda tem muita coisa pra mostrar. Quero muito saber o que o futuro reserva pra Jessica. 


Beijos

:-Deise